Árvores Antarte garantem cerca de 40.000€ para o Centro Materno Infantil do Norte

arvores,antarte,garantem,37500,,para,o,centro,materno,infantil,do,norte,antarte,design,furniture,mobiliario

A Antarte realizou ontem, na Alfândega do Porto, o Jantar-Leilão “Árvore Solidária”, um projeto criado pela marca em 2019 e apadrinhado pelo Nobel da Paz, José Ramos Horta. No final da noite foram angariados cerca de 40.000€ que revertem na totalidade para o Centro Materno Infantil do Norte.

O evento contou com a presença do CEO da Antarte, Mário Rocha e a sua família, assim como muitos empresários, amigos, clientes e alguns dos artistas que decoraram os cabides árvore, peça icónica e que tão bem representa a Antarte. Durante a receção, os convidados tiveram a possibilidade de ver e apreciar as árvores ANTARTE decoradas por Bordallo Pinheiro, Chakall, Custódio Almeida, Francisco Laranjo, Guilherme Mampuya, Isa Silva, Joana Vasconcelos, Katty Xiomara, Kruella D’Enfer, Manuel Casal de Aguiar, Mr. Dheo, Paula Marques, Paulo Neves, Pedro Guimarães e Zulmiro Carvalho que presencialmente ou através do envio de uma mensagem vídeo, fizeram questão de marcar presença nesta ação.

O início do jantar foi marcado por uma emotiva mensagem de José Ramos Horta, padrinho do projeto, e pela intervenção de Paulo Barbosa, Presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar e Universitário do Porto (CHUP), que subiu ao palco para deixar uma mensagem de gratidão mas, também de esperança para que mais ações do género possam ser realizadas para além da intervenção de Mário Rocha q explicar e mostrar detalhes da intervenção no espaço do CMIN.

O jantar foi seguido pelo leilão, cuja apresentação esteve a cargo de Júlio Magalhães e do Leiloeiro Fernando Matos Almeida, que fizeram também questão de conduzir esta ação de forma graciosa e bem animada. No final, o leilão das 15 árvores arrecadou então um total de 37.500€ que reverte na sua totalidade para a decoração de alguns dos espaços do Centro Materno Infantil do Norte.

Visivelmente satisfeito com a adesão e os resultados do projeto “Decorar para Humanizar”, do qual faz parte a “Árvore Solidária”, estava Mário Rocha, mentor e CEO da Antarte. «Estamos muito satisfeitos, eu a nível pessoal mas também a Antarte na sua globalidade e todos os que colaboraram nesta ideia, com especial destaque aos artistas, pois este é um projeto pelo qual temos muito carinho. Trabalhamos muito para que fosse possível realizar esta ação e estamos comprometidos em dar continuidade à nossa responsabilidade social e ajudar a tornar algumas vidas um bocadinho menos difíceis. Foi muito bom ver a quantidade de pessoas que se juntou em torno desta ideia e hoje sentimos que cumprimos o nosso objetivo», acrescenta.

Este projeto da Antarte proporcionou aos convidados momentos de divertida socialização, inspiração artística e consciencialização para ajudar o próximo e, às crianças e familiares do Centro Materno Infantil do Hospital de Santo António, um novo espaço, com um novo espírito, concretizando, assim, o mote “Decorar para Humanizar”.