Antarte doa 55 mil euros à Liga Portuguesa Contra o Cancro

antarte,doa,55,mil,euros,a,liga,portuguesa,contra,o,cancro,antarte,design,furniture,mobiliario

A Antarte, marca portuguesa de mobiliário e decoração, continua empenhada no apoio a iniciativas de responsabilidade social e, no passado mês de Novembro, voltou a associar-se a causas nobres como a Feirinha de Natal Solidária. Este evento é organizado anualmente pelo Voluntariado do Núcleo Regional da Liga Portuguesa Contra o Cancro, responsável por contactar empresas, sensibilizando-as para a doação de bens e produtos, num trabalho onde participam dezenas de voluntários.

A Feirinha, realizada entre 21 de Novembro a 1 de Dezembro de 2022, na Unidade de Cuidados Paliativos do IPO do Porto, foi aberta a todas as pessoas que quisessem adquirir produtos a preços acessíveis, nomeadamente: vestuário e calçado, têxteis-lar, brinquedos, artigos de decoração, mobiliário, antiguidades, entre outros.

Guilhermina Azevedo, responsável pela organização da Feirinha Solidária, destacou “a importância da oferta da Antarte com artigos muito atuais que além de embelezaram muito a nossa Feirinha, deram um importante contributo para gerar receitas destinadas a ajudar os doentes oncológicos e famílias.”

A Antarte conta com um longo percurso de apoio a causas de solidariedade e responsabilidade social e apoiou de imediato esta solicitação do Voluntariado do Núcleo Regional da Liga Portuguesa Contra o Cancro, correspondendo com uma doação de mais de 55 mil euros em produtos.

Ao longo de quase 25 anos de existência, a Antarte tem feito da responsabilidade social um dos principais compromissos da sua missão, apoiando famílias carenciadas e instituições de apoio a crianças desfavorecidas. Por iniciativa própria, também desenvolveu projetos como mobiliar e decorar alguns dos espaços do Centro Materno Infantil, inserido no Hospital de Santo António, no Porto, para torná-los mais acolhedores e humanizados.

Para Mário Rocha, CEO da Antarte, «sensibiliza-nos perceber que se pode fazer a diferença junto dos que mais necessitam quando a sociedade é bem mobilizada. Não importa onde se faz o bem, desde que se faça e isso deixa-me orgulhoso.»